segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Folclore!!!





Dia 22 de agosto é Dia do Folclore!

Dia 22 de agosto é o Dia do Folclore. Assim como a crença que agosto é o mês do cachorro louco é parte de nosso folclore, todos esses monstrengos aí de cima também são. (Aliás, monstrengo é o que não falta em folclore!).

Folclore é a cultura do popular e cada povo tem o seu — o Brasil tem o seu, a China tem o dela, a Austrália, o Japão... Tudo que aparece do povo sem ninguém saber de onde veio é folclore: as danças populares, as lendas, remédios, músicas... Porque nada no folclore tem autor — o autor é uma porção de gente, é o povo inteiro! Dá para imaginar quanta coisa não sai daí?

Sai mesmo muita coisa, tanto que tem gente que só estuda o folclore. E no Brasil a coisa fica ainda mais rica, porque tem folclore de índio, de português e de africano misturado! E como nosso país é muito grande, é difícil achar dois lugares com o mesmo tipo de folclore: se tem uma mesma lenda em dois lugares, as duas versões não vão ser iguaizinhas. É como se fosse um telefone sem fio tamanho-família: uma lenda ou costume vai passando de boca em boca, e mudando... por isso dizem que "Quem conta um conto aumenta um ponto!"

DIA DE SACI, BOITATÁ, MULA-SEM-CABEÇA...

Bumba-meu-Boi, o boi de mil nomes...

Só de nome esse boi está cheio! Quer ver? No Recife se chama Boi-Calemba; no Amazonas, Maranhão e Pará, Boi-Bumbá; em Alagoas, Folguedo-do-boi... e esses são só alguns nomes! (Dá para qualquer boi ficar confuso.) Bumba quer dizer "Bate!Chifra!"

É uma festa muito popular no Norte e Nordeste do Brasil. O boi nasce em uma festa, morre em outra e ressuscita na última. Calma, não precisa ficar com pena dele. Não é um boi de verdade. É uma fantasia de boi toda enfeitada de fitas coloridas, e embaixo dela fica um dançador. Acompanhando o dançador vão pessoas vestidas de vaqueiros e gente de todo tipo, com roupas coloridas, cantando e dançando pelas ruas, indo de casa em casa. O Boi é uma mistura dos folclores africano, indígena e português! As festas acontecem de novembro até 6 de janeiro, o Dia de Reis.


Boitatá, a Cobra de fogo

Ou Batatá, Baitatá, Biatatá, Bitatá, Batatal... O nome é indígena e quer dizer "cobra de fogo". E é justamente o que ela é. Contam que certa vez houve uma grande enchente e todos os bichos morreram, menos a cobra.

Quando a água baixou, era tanta comida que ela até ficou fresca: só queria comer os olhos dos bichos, porque eram mais molinhos (é meio nojento, mas a lenda é assim).


Foi comendo tanto olho, tanto olho, que sua pele ficou transparente e ela virou uma cobra de luz! Virou o Boitatá. Dizem que o Boitatá persegue quem faz queimadas nas matas, e se você correr — babau! Lá vai ela atrás.






Curupira, o Protetor dos bichos

É um anão, de cabelo vermelho, os pés virados para trás e os calcanhares para a frente. Pode ser pequeno, mas é um danado: ele protege as matas e os bichos dos caçadores, e é bem mau com eles: faz esquecerem o caminho e ficarem perdidos da silva no meio da floresta, bate neles, faz com que desapareçam... e como tem os pés virados para trás, quando os caçadores acham que ele está indo, ele está é voltando. Ou será o contrário?




Boto, o pai dos filhos sem pai

Filho que ninguém sabe de quem é, é filho do Boto. É o que se diz no Norte do Brasil. O boto é um golfinho do rio Amazonas. Ele é um Don Juan de lá: quando a noite cai, ele sai do rio e vai para as festas paquerar as moças bonitas. E como não é bobo, ele não vai na forma de boto, porque senão ia matar as pobres moças do coração! Ele se transforma num rapaz bonito, alto, forte, grande dançador e bebedor (adora uma cachaça). Mas tudo tem seu prazo, e antes da madrugada ele tem de voltar para o rio, porque senão ele vira boto de novo... fora da água. Já viu que lá todo mundo desconfia dos moços bonitos que aparecem sem aviso nas festas e saem antes do amanhecer... Pudera!



Saci-Pererê, o brincalhão

Esse você conhece do Sítio do Pica-pau Amarelo. É um negrinho de uma perna só, com uma carapuça (gorro) vermelha na cabeça, que lhe dá poderes mágicos.


É muito esperto e adora fazer traquinagens. Uma das suas preferidas é dar nó em crina de cavalo, depois de lhe dar uma canseira das boas, fazendo o bicho correr a noite inteira. Ele gosta de aprontar com as pessoas também: apaga o lampião, faz queimar a comida no fogo, espanta quem viaja sozinho... É um levado da breca.



Mula-sem-cabeça, a mulher do padre

Diz a lenda que mulheres que saem com padres viram mula-sem-cabeça na noite de quinta para sexta-feira. Ela sai galopando por aí, assombrando os pobres seres que cruzam seu caminho. Lança fogo pelas narinas e pela boca.

Suas patas são de ferro, por isso ela pode galopar à vontade sem gastar os cascos. Como se não bastasse, fica relinchando a noite inteira e não deixa ninguém dormir. Para acabar o feitiço, alguém tem de ter a coragem de ir até ela e tirar o freio de ferro que ela leva nos dentes (dizem que ela não tem cabeça, mas tem boca, dentes e narinas). Haja coragem de enfrentar um bicho desses!


Gritador, o duende do vale de S. Francisco

Diz a lenda que o Gritador, ou Zé-Capiongo, vive gritando dentro da noite. Dizem que ele é a alma de um vaqueiro que desrespeitou a Sexta-Feira da Paixão (quando os vaqueiros têm de ficar quietinhos), saiu para campear seu gado e nunca mais voltou. Virou assombração.

Hoje vive gritando no mato, campeando uma boiada invisível que nem ele. O Gritador costuma gritar mais à noite, mas não tem hora para infernizar os outros: dizem que até ao meio-dia ele fica lá gritando no mato, assombrando quem passa, assustando a bicharada.

E essas histórias entraram por uma porta, saíram pela outra... e quem quiser que conte outra!

Créditos: Canal Kids

4 comentários:

Carla disse...

Minha amada, vim aqui em seu blog pra ver as novidades e pra avisá-la de que é destaque em meu blog na Campanha da Amizade por uma semana. Passe lá pra pegar o selinho, postar em seu blog nomeando mais 5 pessoas ( de preferencia Blogs que vc nunca visitou antes e que estejam atualizados)e passe no blog de cada uma delas avisando da nomeação. E tem um selinho de destaque especialmente pra vc no menu Presentes do Blog. Este é só pra vc.(O selo da Campanha, só o guarde se quizer ta bom?)Bjs e Parabéns!

Carla disse...

Minha amada, vim aqui em seu blog pra ver as novidades e pra avisá-la de que é destaque em meu blog na Campanha da Amizade por uma semana. Passe lá pra pegar o selinho, postar em seu blog nomeando mais 5 pessoas ( de preferencia Blogs que vc nunca visitou antes e que estejam atualizados)e passe no blog de cada uma delas avisando da nomeação. E tem um selinho de destaque especialmente pra vc no menu Presentes do Blog. Este é só pra vc.(O selo da Campanha, só o guarde se quizer ta bom?).Não deixe de fazer a postagem e visite também cada destaque que está lá com o seu blog, elas vão amar sua visitinha. Bjs e Parabéns!

Erica Cris disse...

Oi estou aqui pra dar os Parabéns pelo destaque no blog da Carla e aproveito pra deixar meu award e minha amizade se puder aceitar fico feliz bjs adorei seu blog muito lindo

ana paula disse...

Querida estava passando no blog da Carla e vi o seu no destaque da Campanhe, então resolvi visitar-la,aproveito para desejar-lhe um ótimo final de semana e p/ oferecer meu award, bjs"A glória da amizade não é só a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você."
Aninha
http://aninhaele.zip.net